Café Colombo lança livro de entrevistas

 

(Equipe Café Colombo. Foto Divulgação)
(Equipe Café Colombo. Foto Divulgação)

Por Ney Anderson

Único programa da rádio pernambucana especializado em literatura e em livros, o Café Colombo completa 13 anos em 2015 e lança neste mês de março sua mais recente publicação: o livro Conversas no Café – Volume 2 traz uma série de entrevistas que se destacaram nestes anos em que acumularam quase 600 entrevistas com protagonistas e personalidades das letras, da política, da economia e do pensamento brasileiro. Com o apoio do Funcultura/Governo do Estado, o livro tem lançamento no dia 01 de abril, às 19h, no Roda Café. Depois do lançamento, o livro estará disponível para venda na Livraria Cultura e Livraria Jaqueira por R$ 25,00.

A compilação reúne 21 desses bate-papos realizados no programa de rádio, selecionados e organizados por três jornalistas membros do Café Colombo: Eduardo Cesar Maia, Renato Lima e Thiago Corrêa.  Dividido em três eixos temáticos – Literatura e Cultura; Filosofia; Política, Economia e Sociedade -, Conversas no Café vai além dos perfis de escritores. Os entrevistados são instigados a discutir os temas em profundidade, sem abrir mão do bom-humor e nem de debater os assuntos mais polêmicos.

“O mundo da literatura e da cultura sempre foi nosso carro-chefe na Rádio Universitária e na internet, mas nunca deixamos de conversar (e polemizar) sobre economia, política, história e filosofia. Sendo assim, esta edição reúne os ingredientes que fazem do Café Colombo um programa tão especial: umas pitadas de prosa e poesia, receitas do mundo econômico, um pouco do óleo amargo da política e uma cachaça envelhecida para nos lembrar do poder depurador da história”, explica Renato Lima, já na apresentação do livro.

Conversas no Café traz entrevistas com nomes como Sérgio Rodrigues (vencedor do Prêmio Portugal Telecom de 2014), Daniel Galera (vencedor do Prêmio Machado de Assis de Romance, concedido pela Fundação Biblioteca Nacional em 2008), além dos pernambucanos premiados como Raimundo Carrero e Samarone Lima, que falam das suas obras e contam o processo de criação, e do poeta marginal Miró da Muribeca, que defende a poesia como criadora de imagens.

Mas o livro também traz pensamentos e opiniões de personalidades como Silvio Meira, um dos fundadores do Porto Digital, que fala sobre como a conectividade do mundo representa o futuro das cidades e dos países; o filósofo Eduardo Gianetti faz dura crítica à produção filosófica da academia no Brasil; e o político Roberto Magalhães, que revela com naturalidade as polêmicas que se envolveu no ano de 2003, quando participou do processo de eleição à Prefeitura do Recife.

O Café Colombo – é o único espaço na mídia pernambucana voltado à divulgação de notícias sobre lançamentos de livros, debates de idéias e apresentação de trabalhos e pesquisas. Veiculado semanalmente desde agosto de 2002, na Rádio Universitária FM (99.9), aos domingos, das 14 às 14h30 (com reapresentação na segunda-feira, às 20h30), o Café Colombo foi concebido e desenvolvido por então quatro estudantes da Universidade Federal de Pernambuco, que o constituíram como uma empresa incubada através do Nectar (Núcleo de Empreendimentos em Ciência Tecnologia e Artes). Hoje a equipe é formada por cinco profissionais, de áreas como jornalismo, radialismo, administração e direito.


Conversas no Café -Volume 2 / Entrevista a entrevista:


Sérgio Rodrigues
– A entrevista é sobre o romance O drible, que, posteriormente, foi o grande vencedor do Prêmio Portugal Telecom de 2014. Na conversa, ele fala sobre semelhanças do livro com sua obra anterior (Elza, a garota), sobre futebol e a pesquisa que ele precisou fazer para reconstruir o Rio de Janeiro nos anos 1950 e 1980.

Daniel Galera – A entrevista foi gravada durante o Festival A Letra e a Voz de 2013. O foco é o romance Barba ensopada de sangue, que venceu o Prêmio São Paulo de Literatura.

Ricardo Lísias – Sobre o polêmico romance Divórcio. A entrevista aborda questões como o conceito de autoficção, diferenças entre o personagem e o escritor, a confusão que há em torno do livro sobre os limites da ficção e a vida do autor. Lísias ainda fala sobre a questão ética que envolve o jornalismo, no uso de offs e a falta de cuidado dos jornalistas, reverberando o boato de que o livro havia sido proibido.

Raimundo Carrero – Nesse encontro, Carrero fala sobre a personagem Tia Guilhermina, sua relação com o carnaval, dá uma palhinha do frevo É tangolomango, meu bem e fala sobre a polêmica que se envolveu nas redes sociais com o crítico Cristiano Ramos, após este ter escrito uma crítica negativa sobre o livro.

Sidney Rocha – A entrevista é sobre o livro de contos O destino das metáforas, vencedor do Prêmio Jabuti na categoria contos.

Samarone Lima – A abordagem é sobre o livro-reportagem Viagem ao crepúsculo, escrito por Samarone a partir da sua vivência em Cuba, onde ele expõe os problemas sociais e econômicos da ilha.

Miró da Muribeca – A entrevista foi sobre o livro Miró até agora, que reúne toda a produção do poeta da Muribeca até agora. Na conversa, ele fala sobre poesia marginal, performance e a sua trajetória como escritor.

Everardo Norões – Recém vencedor do prêmio Portugal Telecom 2014, com o livro Entre Moscas,  Norões defende o rigor matemático presente na obra de Joaquim Cardozo.

Valéria Torres da Costa e Silva – A pesquisadora fala sobre a formação da identidade da cultura brasileira, a trajetória intelectual de Gilberto Freyre e a crítica ao “paulicentrismo agudo” na historiografia brasileira.

Anco Márcio Tenório Vieira – Nessa entrevista, o professor de Letras da UFPE Anco Márcio Tenório Vieira fala sobre a importância do livro A emparedada da Rua Nova, de Carneiro Vilela, que recentemente foi adaptada para televisão e virou série da Globo. Na entrevista, Anco Márcio fala sobre a figura polêmica que era Carneiro Vilela, porque muita gente ainda acha que a emparedada é real e sobre o Recife registrado pela obra de Vilela.

Fred Navarro – Aqui, o jornalista Fred Navarro fala sobre a mais recente edição do seu Dicionário do Nordeste. Entre explicações sobre o método de pesquisa e a dificuldades encontradas, Fred também observa como a língua também é um campo de observação interessante para perceber costumes, comportamentos, interesses, questões sociais, políticas e geográficas.

Renato Phaelante – Radialista e pesquisador da Fundação Joaquim Nabuco, Phaelante fala sobre seu livro “O Recife na música popular brasileira”, em uma verdadeira homenagem ao Recife e sua história discográfica.

Tarcísio Pereira – A entrevista se deu por conta da homenagem recebida por Tarcísio na Bienal do Livro de Pernambuco em 2013. Aqui ele fala sobre os tempos da Livro 7, relembra como se deu o crescimento da livraria, que chegou a ser a maior do país; fala sobre estratégias adotadas para atrair o público, a repressão política na ditadura, sua relação com a Geração 65 e como a decadência do centro do Recife influenciou no fechamento da livraria.

Eduardo Giannetti – O filósofo e economista Eduardo Gianetti fala sobre o seu “O livro das citações” e opina que no Brasil a filosofia acadêmica faz mais interpretações de autores do que pensa por conta própria.

Alfredo Marcos – O filósofo espanhol apresenta uma concepção ampliada da ciência e sua aplicação concreta em diversos âmbitos: comunicação da ciência investigação clínica, política ambiental e poética da ciência.

Roberto Magalhães – O ex-governador de Pernambuco e prefeito do Recife abre a voz para falar de seu livro “Memórias – as virtudes do tempo”, mas a também faz revelações sobre o polêmico 2003, quando, candidato à Prefeitura do Recife, se envolveu em episódios marcantes da história política da cidade, como o fato de entrar armado na redação do Jornal do Commércio.

Bruno Speck – Professor de ciência política da USP e fundador da OG Transparência Brasil, Bruno é especialista em temas como transparência, corrupção e financiamento de campanhas políticas

Sérgio Lazzarini – Professor da Insper, fala sobre a obra “Reinventando o capitalismo de Estado – O Leviatã nos negócios, Brasil e Além”, pulbicada pela Universidade de Harvard. O professor fala sobre as formas de participação do Estado na economia.

Sílvio Meira – Cientista-chefe do CESAR por 12 anos, um dos fundadores do Porto Digital fala do seu livro “Novos negócios inovadores de crescimento empreendedor no Brasil”, com exemplos dos seus 30 anos de experiência com inovação e empreendedorismo.

Roberto da Matta – Dados antropológicos sobre o trânsito brasileiro – este é o tema da entrevista com o autor de “Fé com Deus e pena tábua – ou como e por que o trânsito enlouquece o Brasil”, que fala como o trânsito revela particularidades da cultura brasileira e a diferença para a norte-americana.

Laurentino Gomes –  Autor dos sucessos de vendas 1808 e 1822, Gomes fala do impacto de suas obras no mercado editorial brasileiro e os desafios de escrever sem vícios acadêmicos para falar da história do país.

SERVIÇO:

Lançamento do livro Conversas no Café – Volume 2

Dia 01 de abril de 2015, a partir das 19h

Roda Café – Rua Madre de Deus, 66, Recife Antigo

Entrada franca

Livro: R$ 25,00

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *